Viagens Baratas | Os Hoteis Mais Estranhos e Bizarros
613
single,single-post,postid-613,single-format-standard,ajax_updown_fade,page_not_loaded,

Os Hoteis Mais Estranhos e Bizarros

Os Hoteis Mais Estranhos e Bizarros

Posted by admin in Hóteis, Notícias viagens baratas de avião,viagens de aviao baratas.


Montanha Magica

Entre quartos de gelo, microcápsulas japonesas e dormitórios que mais parecem obras de arte, conheça os lugares onde o check-in foge do alojamento convencional e descubra os hoteis mais estranhos que alguma vez poderá imaginar.

[bquote]10. Jumbo Stay[/bquote]

Fabricado em 1976, o avião a jacto “Jumbo” deixou de cruzar os céus da Suécia e ganhou em definitivo as pistas do aeroporto de Arlanda, em Estocolmo. Este avião foi transformado num albergue, e conta com 27 quartos e 75 camas. Com pouco mais de 480 dólares, é possível dormir na cabine do piloto, o que inclui serviços como Internet wireless, TV e casa de banho privativa.. Quem quiser só usufruir da experiência  pode ficar num quarto coletivo de quatro camas, que sai a 52 dólares/noite.

[bquote]9. IceHotel[/bquote]

O ICEHOTEL ostenta quartos únicos, uma igreja absolutamente linda e o ICEBAR ABSOLUT, em que o bar e os copos são todos feitos de gelo. Durante o dia, o hotel abre para visitantes, que conhecem os quartos sem precisar passar a noite. Às 18h, porém, o museu de gelo é fechado para os hóspedes.

O ICEHOTEL distingue-se como uma emocionante arte transitória – tudo feito de gelo, é claro. A cada estação, o hotel convida artistas e designers para criarem a entrada, as suítes e os espaços públicos. Um Júri de Arte e Design analisa os currículos e desenhos dos candidatos e seleciona um grupo. Seus designs variam desde maravilhosas paredes cristalinas modernas até camas com quatro pôsteres em estilo Seuss. Os diretores artísticos e o arquiteto do ICEHOTEL supervisionam as questões técnicas e, como o hotel é reconstruído anualmente, os designs nunca são os mesmos.

[bquote]8. Balade des Gnômes[/bquote]

Escondido numa propriedade rural a 10 minutos de Durbuy, na Bélgica, este hotel lembra-nos os contos de fada com os seus dez diferentes quartos. Um deles é uma réplica do Cavalo de Tróia com interior talhado à mão. Em outro, a inspiração são as estrelas do deserto. De uma vila na Andaluzia a uma adega recheada de garrafas e tonéis, o visitante pode também passar uma noite na lua ou numa praia da Tasmânia. Quem decide embarcar na fantasia desembolsa a partir de 115 euros pela diária no Hotel Balade des Gnômes.

[bquote]7. Montanha Mágica[/bquote]

Dentro da reserva ecológica de Huilo Huilo, na região de Los Ríos, no Chile, se abriga a Montanha Mágica, assim chamada por supostamente realizar os desejos dos seus hóspedes. Se a lenda se cumpre ou não, é difícil dizer. O que se sabe é que a cascata de água que emerge do topo da montanha confere um clima de magia. Ao todo, são 12 quartos entre 15 e 7 metros quadrados, completamente revestidos com madeira nativa. Dentro da Montanha, as atrações vão de saunas especiais a banhos em troncos centenários. Fora dali, mas ainda na reserva, o visitante pode relaxar em um spa, esquiar nos meses de julho a agosto, ou fazer atividades ao ar livre entre março e abril. Nessa época, os amantes da pesca, caiaque, trekking e mountain bike costumam visitar a reserva. O preço das diárias varia de 250 a 400 dólares.

[bquote]6. Jules Undersea Lodge [/bquote]

Julio Verne, autor de Vinte Mil Léguas Submarinas, é a inspiração para o nome deste hotel sub-aquático, que abriu em 1986 e conserva o mesmo estilo desde então. Para entrar no quarto, o hóspede do  Jules Undersea Lodge precisa mergulhar a 6,4 metros de profundidade no Lago Emerald, na Flórida. Uma vez lá dentro, é possível desfrutar de chuveiro quente, televisão com dvd, alguns livros e uma cozinha equipada com microondas e geladeira. A grande vedeta, entretanto, é a janela de 42 polegadas através da qual os visitantes recebem a visita fortuita de peixes e anêmonas. O hotel fica na cidade de Key Largo, nos Estados Unidos, e a diária custa 500 dólares com café da manhã e jantar incluídos.

[bquote]5. Propeller Island City Lodge[/bquote]

Com 31 quartos absolutamente diferentes entre si, o Hotel alemão Propeller Island teve todos os quartos e objetos desenhados pelo artista Lars Stroschen. Sem se limitar a um só tema, ele deixou que a imaginação projectasse livremente os quartos do hotel, que fica em Berlim. Entre um quarto absolutamente amarelo e outro com gaiolas para voyeurs, o hóspede pode se instalar num dormitório com móveis instalados de ponta cabeça, em outro que imita uma cela de prisão ou dormir sobre um castelo lúdico (foto). Espelhos que fazem o visitante se sentir dentro de um caleidoscópio e até mesmo caixões que funcionam como camas figuram entre as demais possibilidades do Propeller Island. As diárias vão de 79 a 115 euros e alguns quartos não têm banheiros privativos.

[bquote]4. Das Park Hotel[/bquote]

Se a ideia de dormir no tubo de esgoto traz à mente uma experiência nada agradável, no Das Park Hotel é possível trancar-se dentro dos enormes canos de cimento com uma boa dose de conforto. Os primeiros “apartamentos” foram concebidos em 2004, na cidade alemã de Linz. Hoje, eles ficam nas redondezas da também alemã Ottensheim. Uma vez confirmada a reserva no site do hotel, o futuro hóspede ganha um código. Chegando no local, basta digitá-lo para abrir as portas do quarto. Cada um dos três tubos de 9,5 toneladas abriga duas pessoas. O banheiro fica num espaço público a alguns minutos de distância, e o quarto oferece apenas cama, cobertores e luz elétrica. A frugalidade permite que não exista valor estipulado para a diária – o conceito é o da doação voluntária. Portanto, o ideal é checar com muita antecedência a disponibilidade de vagas na internet, até porque o hotel só funciona de maio a outubro.

[bquote]3. Capsule Inn[/bquote]

Num dos países com maior densidade populacional do mundo, dormir numa cápsula para economizar espaço não chega a ser exatamente uma surpresa. Essa é a proposta do Capsule Inn, presente nas cidades japonesas de Tokyo, Osaka, Yokohama, Fukuoka, Kyoto e Sapporo. Basicamente, o hóspede depara-se com dois ambientes diferentes: um lounge público, onde ficam os banheiros com chuveiro, e um espaço privado onde ficam as cabines para dormir. As cápsulas são feitas de plástico reforçado, com um design que emula – com uma certa licença poética – a cabine de comando de um avião. Dentro de cada uma delas há TV, rádio, alarme e luzes ajustáveis. Projetado especialmente para executivos que trabalham até tarde e perdem seu transporte de volta para casa, o hotel promete uma experiência única por um preço camarada. Normalmente a cobrança é feita por horas e vai de 12 a 40 dólares.

[bquote]2. Dog Park Inn[/bquote]

Já imaginou dormir na barriga de um cão gigante? Para oferecer essa possibilidade aos visitantes do excêntrico Dog Bark Park, Dennis e Frances Sullivan venderam milhares de esculturas de cachorros antes de acumularem dinheiro para colocar o empreendimento de pé. Hoje, a pousada Dog Park Inn que fica em Cottonwood, Idaho, nos Estados Unidos, tem apenas um quarto aberto aos visitantes. O loft conta com uma cama queen size e outros dois colchões no piso superior. A diária sai por 92 dólares para o casal, com café da manhã preparado pelos donos da casa. No local, também funciona uma lojinha com as obras que deram fama aos proprietários: são mais de 60 raças de cachorros artesanais de madeira.

[bquote]1. Sala Silvermine Underground[/bquote]

Quem pretende viver com classe a experiência de um mineiro pode dormir a 155 metros do chão no único quarto subterrâneo do Sala Silvermine Underground, em Västmanland, na Suécia. Apesar da temperatura na mina de prata ser de apenas 2 graus, no quarto ela sobe para 18 graus. A diária bate em 280 dólares e inclui um jantar servido no próprio aposento, além de passeio pelo subsolo da Sala Silvermine, umas das minas históricas mais bem preservadas do mundo. A extração de minérios no lugar começou no século XV e só foi interrompida em 1908. Para os visitantes de hoje, ficaram as diversas galerias e lagos subterrâneos, além de dois restaurantes instalados dentro da mina.

 

Originally posted 2011-10-19 20:40:32. Republished by Blog Post Promoter

Comments

comments

Time executed 0 seconds